Você está em:

Blog da OR

Publicado em 15/02/2019

OR e Projeto TAMAR realizam soltura de tartarugas em Sauípe.

O Projeto Tamar luta pela preservação e conservação das cinco espécies de tartarugas marinhas que habitam a costa brasileira e que estão ameaçadas de extinção. Algumas dessas espécies utilizam a zona costeira do Reserva do Sauípe como local de desova e, por isso, o Tamar acessa o apoio de praia do empreendimento para monitorar os ninhos, que estão sujeitos à predadores de todo tipo.

Para firmar a parceria e conscientizar os integrantes da obra sobre a importância da conservação desses animais, integrantes da OR participaram, junto com pesquisadores do Projeto, da soltura dos filhotes das espécies Tartaruga Cabeçuda (a mais encontrada no litoral da Norte da Bahia) e Tartaruga Oliva que nasceram em dois ninhos diferente da praia do empreendimento. A ação foi realizada dia 06/02 e teve a participação da funcionária do Projeto Tamar, Mariana Gandu, que explicou um pouco sobre o monitoramento que eles fazem e sobre características desses animais. Um dos fatos interessantes sobre essas tartarugas é que, em cerca de 30 anos, elas voltarão àquela praia para ter seus próprios filhotes. Outro fato contado, que elucida a importância de proteger esses animais, é que de cada 1000 tartarugas nascidas, apenas uma chega à vida adulta.

O Tamar e a OR também se organizaram para sinalizar a praia adequadamente, com o intuito de informar as pessoas de que aquele é um ambiente em que as tartarugas marinhas estão protegidas. Essas placas avisam que a circulação de carros na praia é proibida, assim como o uso de luzes – que desorientam os animais – e também indicam onde estão os ninhos, para que eles não sejam perturbados.

Confira as fotos:

Comentar sobre o post

*Campo obrigatório